Generali Companhia de Seguros

          Onde estamos
          shortcut to press release shortcut to financial figures shortcut to financial calendar shortcut to Generali stock shortcut to contact us shortcut to career go to HomePage go to search go to map go to Portuguese version go to English version shortcut to print page shortcut to send via mail shortcut to change font size

          Regime excecional e temporário relativo aos contratos de seguro COVID-19

          Flexibilizámos ainda mais o pagamento dos seus seguros devido ao COVID - decreto-lei nº 20-F/2020.

          Com o decreto-lei nº 20-F/2020, o prazo de pagamento dos seguros obrigatórios é adiado automaticamente em 60 dias, caso o cliente não consiga pagar o seguro na data limite de pagamento que ocorra entre 13 de maio e 30 de setembro de 2020.

          Assim:

          • Não vamos anular imediatamente qualquer seguro obrigatório, mas o cliente terá de pagar o valor correspondente a esses 60 dias adicionais;
          • Se não quiser adiar o pagamento nem continuar com o seguro, basta comunicar-nos até à data limite de pagamento, deixando o seguro de estar ativo nesta data.

           

          Como sempre, estamos disponíveis para encontrar a melhor solução para si.

          O seu mediador está disponível para estudar consigo soluções que possam ir ao encontro da melhor gestão dos seus seguros.

          1. O que diz o Decreto-Lei?
          O Decreto-Lei prevê dois tipos de medidas para ligar com as implicações da pandemia: (i) a flexibilização do pagamento dos prémios de seguro, e (ii) mitigação dos efeitos da pandemia nas atividades das empresas.

          A flexibilização do pagamento dos prémios de seguro, é aplicável nos seguros obrigatórios e pode ser feita: - pelo prolongamento da vigência do seguro depois da data limite de pagamento do mesmo, pelo período máximo de 60 dias. - pelo fracionamento do prémio.

          No caso das atividades empresariais ou profissionais afetadas (redução ou suspensão), total ou parcial, os tomadores podem beneficiar de uma redução temporária do prémio em função da redução do risco.

          Na Generali foram tomadas as seguintes medidas:

          (1) Se o Cliente não conseguir ou tiver dificuldades em pagar o seguro na data limite de pagamento, que ocorra entre 13 de maio e 30 de setembro de 2020, o prazo de pagamento nos seguros obrigatórios é prorrogado 60 dias, sobre a data de vencimento.

          (2) As empresas que se viram forçadas a encerrar as suas instalações, reduzir ou suspender a sua atividade ou tenham uma significativa redução da faturação, podem beneficiar de uma redução dos prémios nos seguros que cobrem o risco da atividade.

          2. O que acontece no fim dos 60 dias de prorrogação do seguro?
          Os 60 dias são um prazo adicional para o Cliente poder pagar o prémio. Se o prémio não for pago, a apólice irá anular no final deste período. No entanto, mesmo no caos de anulação, esse período de 60 dias terá de ser pago. Se o Cliente não tiver interesse na manutenção do contrato, deve informar (por carta ou mail) que não pretende beneficiar deste período de prorrogação para não ter de pagar o prémio correspondente aos 60 dias.

          3. Como posso informar a seguradora que não quero a prolongação do meu seguro por mais 60 dias?
          Se não quiser o prolongamento do seguro por 60 dias depois da data limite de pagamento deve comunicar-nos a sua decisão por escrito, por carta ou através de email para o seu mediador ou para a linha de clientes.

          4. O que acontece se tiver um acidente durante os 60 dias de prolongamento?
          O sinistro está coberto. Deverá pagar o prémio que falta pagar de modo a ser regularizado o sinistro, ou o valor em dívida será deduzido do valor do sinistro.
          Durante este período, poderá solicitar ao seu mediador a emissão de um certificado provisório para apresentação às autoridades.

          5. A minha empresa esteve sem funcionar durante o período de confinamento. Como posso pedir a redução do prémio?
          Deverá falar com o seu mediador ou com a linha de clientes, que lhe indicarão quais as condições aplicáveis e documentação a apresentar para poder beneficiar de uma redução do prémio do seu seguro consoante a situação vivida pela empresa.
          Note que esta redução apenas se aplica nos casos em que a redução ou suspensão da atividade corresponda a uma redução do risco.

          6. Tenho um seguro de MR Habitação. Posso pedir a redução do prémio?
          Não. A redução dos prémios destina-se a mitigar os efeitos das atividades empresariais, afetadas pela redução ou suspensão da sua atividade e não tem aplicação no caso de seguros não relacionados com uma atividade profissional.

          7. Tenho um seguro de Vida, posso beneficiar do período adicional de 60 dias para pagar o prémio?
          Não. Essa possibilidade apenas se aplica aos seguros obrigatórios por lei.